Trabalhador rural mata agricultor em Terra Roxa, e alega legítima defesa

policia terra roxa

Na noite do ultimo dia 30 (sábado), na cidade de Terra Roxa, o trabalhador rural R. V. Q., de 35 anos de idade, teria agredido fisicamente o também agricultor A. M. M., de 33 anos de idade, através de golpes de faca, cujos ferimentos foram graves e fizeram com que fosse removido para o Hospital Júlia Pinto Caldeira em Bebedouro, tendo empreendido rapidamente fuga da cena do crime logo depois de sua execução.

Os policiais militares que deram o primeiro atendimento ao caso, logo colheram informações de que, inicialmente, teria ocorrido algum tipo de desentendimento entre o autor da agressão e sua irmã T. V. Q., de 37 anos de idade.

A. M. M., apesar de receber o devido atendimento médico, acabara vindo á óbito logo no início da madrugada do dia 31 (domingo), no Hospital Municipal de Bebedouro.

O Delegado de Polícia Emerson da Silva Abade, responsável pela investigação e pela Delegacia de Polícia do município de Terra Roxa, na manhã do dia 1º, representara formalmente pela decretação da Prisão Temporária desse suspeito, cuja medida foi decretada pelo Plantão Judiciário da circunscrição judiciária de Barretos.

Já na tarde de hoje (02/01), A. M. M. se apresentara voluntariamente à autoridade policial, confessando a autoria do crime e, depois de formalmente oitivado, acabara sendo removido e recolhido na Cadeia Pública de Trânsito de Bebedouro

O Delegado Emerson da Silva Abade, em linhas gerais, disse que o autor do homicídio lhe relatara que teria agido em legítima defesa de sua irmã que, na ocasião, estaria sendo violentamente agredida pelo autor.