Três barretenses estão envolvidos em crimes em Minas

Murilo César Antonini

Foto – Delegado Murilo César Antonini, que atou na operação

Foto – Reprodução TV Globo

 

Na última terça, dia 13, a Polícia Civil de Frutal e Uberaba, com apoio da Polícia Militar de Planura e a Polícia Civil de Barretos e Guaíra, desenvolveram a “Operação Barca”, que prendeu  9 pessoas, entre eles, um acusado de Barretos que foi preso em flagrante e outros dois estão foragidos. A quadrilha integra uma organização criminosa investigada por assaltos à mão armada a residências, veículos e cargas em rodovias.

O delegado de Polícia Civil de Frutal,  Murilo César Antonini, informou que as prisões aconteceram simultaneamente, com mandados sendo cumpridos nas cidades mineiras de Planura e Frutal, além das cidades de Barretos e Guaíra, em São Paulo. Com os envolvidos, foram apreendidos R$ 6 mil em dinheiro, joias, sete celulares, uma moto e objetos de produtos de crime.

Segundo o delegado foram cumpridas seis prisões temporárias em Planura, uma prisão temporária em Frutal, duas prisões temporárias em Guaíra e uma prisão em flagrante em Barretos. “Na cidade de Planura havia uma grande quantidade de furtos de barcos e canoas há 2 anos, com os assaltantes passando a agir com mais ousadia, com o uso de armas”, afirmou o delegado.

A quadrilha é suspeita de ter levado 16 pneus de uma Usina em Frutal, além de assaltar a  casa do prefeito de Planura de onde foram levados três carros.  O grupo preso foi levado para o presídio de Frutal. “Essa quadrilha se especializou em roubos, que podem ter tido a participação dessa quadrilha que está sendo investigado”, afirmou.